terça-feira, 17 de abril de 2018

JOGO PEGA-VARETAS


O jogo pega-varetas, é um jogo simples e antigo mais que rende boas horas de diversão e interação entre as crianças, seja com os amiguinhos ou até mesmo com a família.

Além da diversão o pega-varetas traz benefícios para o desenvolvimento da criança, pois se trata de um jogo que exige atenção e precisa ser jogado devagar para que a criança possa localizar qual a vareta pode ser retirada. Todo este exercício ajuda a trabalhar e a melhorar a concentração da criança.
Outro exercício que a criança pratica e que ajuda a aumentar o controle motor fino é a retirada de uma vareta, pode parecer simples, mas para uma criança retirar uma vareta sem mexer outra exige que a mão esteja muito firme.
Para entender melhor as habilidades motoras finas geralmente se referem a pequenos movimentos da mão, essa habilidade é importante para fortalecer os dedos e permitir que as crianças pratiquem pequenos movimentos necessários para escrever.
Entre os quatro e cinco anos a criança já é capaz de compreender e brincar com um pega-varetas, precisamos lembrar que nesta fase a criança aprende brincando sem exigir muito dela, pois cada uma tem seu desenvolvimento diferente. Enquanto uma criança pode conseguir pegar uma vareta aos quatro anos outra pode conseguir somente aos cinco e isto é absolutamente normal. Cabe aos professores e pais incentivar a brincadeira e a não desistir de tentar.
A utilização deste jogo em nossa sala de referência foi fantástica, a caça ao tesouro proporcionou o levantamento de várias hipóteses e a alegria ao encontrar o tesouro não tem preço. Ao abrir o tesouro percebi que a grande maioria das crianças já conhecia o jogo, então combinamos as regras, estipulamos valores para cada cor e iniciamos o jogo coletivamente, onde todos aguardavam ansiosos a sua vez e criavam suas próprias estratégias de jogo. Ao final da partida transformamos as cores em risquinhos que as crianças iam fazendo na tabela de pontuação, contamos e anotamos o número na lateral, para perceber quem ganhou em primeiro lugar, segundo e terceiro lugar, perceber se ouve empate. Neste momento algumas crianças se entristeceram por não ter feito nenhuma pontuação, mas entenderam que às vezes ganhamos e às vezes perdemos e que teremos outras oportunidades para jogar. Após encerrar o jogo propus que brincassem livremente utilizando as varetas da forma que quisessem, surgiram alguns desenhos no tapete, outros utilizaram para brincar de ler apontando os cartazes, brincaram com as varetas e os ovos da páscoa, varinha mágica, bateria musical e até em cavalinho as varetas se transformaram, neste momento podemos perceber como a imaginação das crianças ganha asas quando permitimos a livre criação, pois as varetas ganharam algumas utilidades que eu nem poderia imaginar.  Surgiram torres de diferentes maneiras, classificaram por cor na hora da contagem e na hora de guardar os jogos dividimos as cores por três caixas que foi a quantidade de jogos utilizados. O maravilhoso é perceber que brincando estão construindo conhecimentos. No dia seguinte, no momento que as crianças brincam livremente um grupo de crianças pediu o jogo de pega varetas, se organizaram na roda, iniciaram o jogo e uma líder pegou agenda que usamos para brincar anotou os valores das cores, pegou crachás com o nome dos amigos copiou organizando uma tabela e brincaram livremente sem a interferência de nenhum adulto, considero esta autonomia maravilhosa. Que possamos diariamente permitir que nossas crianças sejam protagonistas de suas vivências diárias.





Professora Simone Deves Venturi
Turma do Coração
CEI Arthur Kroenke



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Trombudo Central ganha livro histórico em comemoração aos 60 anos de emancipação político-administrativa

História da cidade é destaca em texto e fotos Os 60 anos de conquista e progresso de Trombudo Central foram registrados nas páginas do li...